LinkedIn
Bjorn Lomborg

Get the facts straight

2016 foi o melhor ano de sempre?

2017-01-04

De acordo com a sabedoria popular, 2016 foi um ano terrível. Ataques terroristas horrendos atingiram muitos países. A crise síria ceifou dezenas de milhares de vidas. A Turquia assistiu a atentados suicidas e a um golpe fracassado. Mais de 70 países experimentaram um declínio na liberdade. Os choques políticos incluíram a vitória do Brexit e a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos - ambas imprevistas pelos media e pela elite política. O Zika foi declarado uma emergência internacional de saúde pública. E o ano deve ter sido o mais quente de sempre.
 
Ao ler as páginas de opinião, há a sensação de que o mundo está a enfrentar um mal-estar que excede qualquer evento individual, e que as pessoas estão a dividir-se cada vez mais - e de forma perigosa. Mas se dermos um passo atrás, é claro que existem muitos motivos para estarmos optimistas. Na verdade, em vários aspectos, estamos vivos no melhor momento da história. Além do mais, algumas das coisas que mais nos preocupam, graças às notícias 24 horas e às redes sociais, não são as questões que nos devem tirar o sono à noite.